Nem 1 ai  - 2008



 


Mônica Salmaso (voz)
Nailor Proveta (sax e clarinete)
André Mehmari (piano e teclados)
Rodolfo Stroeter (baixo acústico)
Tutty Moreno (bateria)
Toninho Ferragutti (acordeon)
 



RELEASE

CD gravado por Mônica Salmaso em 2000 finalmente é lançado pela Biscoito Fino. Nem 1 Ai é um trabalho de grupo da cantora com Rodolfo Stroeter, Tutty Moreno, André Mehmari, Nailor Proveta e Toninho Ferragutti.

Há alguns anos, Mônica Salmaso declarou que poderia andar devagar, contanto que criasse um tijolinho em cima de outro tijolinho. No final, tinha certeza, teria uma casa. A cantora estava certa. Com um repertório sensível e muito bem trabalhado, sem nenhuma obviedade, foi conquistando público e crítica. Hoje é considerada uma das mais representativas vozes da nova geração da música popular. É com profundo orgulho que a Biscoito Fino lança o quinto CD de Mônica Salmaso, Nem 1 Ai, inédito desde 2000, ano de sua gravação, idealizado por ela e Rodolfo Stroeter, este também o produtor do trabalho.

A dobradinha Mônica/Stroeter vem lançando trabalhos memóraveis nos últimos anos. Só pela Biscoito Fino, dois inéditos: Iaiá e Noites de Gala, Samba na Rua, com músicas de Chico Buarque, e um relançamento: Trampolim (1998). O atual Nem 1 Ai, como conta Stroeter no encarte, nasceu de um convite do produtor musical Toy Lima à Mônica Salmaso para que montasse uma apresentação inédita para o Heineken Concerts, que aconteceu em São Paulo, em 2000.

Mônica aproveitou para dar seguimento a uma de suas características: parcerias com grandes instrumentistas de personalidade musical definida.
Ela lembra que o trabalho que faz, a maneira como entende que cantar é legal, tem a ver com a relação entre o cantor e os músicos. “Então aquela idéia que vem herdada dos crooners de orquestra, que o cantor é acompanhado pelos músicos, não é a minha. O que a gente faz é um diálogo igual. O cantor só tem a palavra que o diferencia, que o coloca em outro plano, talvez, porque ele tem a palavra. Mas ele está fazendo música com músicos, e isso é o legal”.

Assim foi feito no concerto sugerido por Toy Lima. Depois da apresentação, Mônica e os músicos: Nailor Proveta (sax e clarinete), André Mehmari (piano e teclados), Rodolfo Stroeter (baixo acústico), Tutty Moreno (bateria) e Toninho Ferragutti (acordeon) se reuniu num estúdio em duas sessões para gravar este CD. O repertório do show foi mantido, acrescido de Saudades dos aviões da Panair, Joana Francesa – ambas com arranjos de base de André Mehmari – e Tonada del Cabrestero, canção venezuelana de Simón Diaz.

No repertório do show original, também convivem compositores de diferentes épocas, estilos e regiões, como Guinga e Aldir Blanc, Tom Jobim e Vinicius de Moraes, Dorival Caymmi, Villa-Lobos e Dora Vasconcelos, J. Cascata, Monsueto Menezes e Arnaldo Passos, DP, Rodolfo Stroeter e Gilberto Gil, Milton Nascimento e Fernando Brant, Monsueto Menezes e Arnaldo Passos e Chico Buarque.


 
volta discografia


Texto do encarte

"Nem 1 ai" nasceu de um convite do produtor musical Toy Lima, para Mônica Salmaso no intuito de que se montasse uma apresentação inédita para o Heineken Concerts - em são paulo - em abril de 2000.

Além de sua apuradíssima musicalidade, uma das características de sua carreira tem sido - desde o início - as parcerias com grandes instrumentistas de personalidade musical definida, fazendo projetos onde estes sempre tem espaço para criar e colorir o trabalho.

Para esta noite inédita, pensamos no quarteto composto por Tutty Moreno, André Mehmari, Nailor "Proveta" e eu0, que havia gravado no ano de 1998 o cd de Tutty Moreno, "Forças d'Alma". A concepção e a integração do quarteto resultante da gravação dirigida pelo baterista baiano nos pareceu ideal para compor a noite que Toy Lima havia sugerido.

Toninho Ferragutti foi também unanimidade imediata. A presença do acordeon e a capacidade criativa do grande músico, pareceu o nome certo para que o círculo se fechasse.

0Depois da apresentação numa sexta-feira - na então casa de shows Tom Brasil - o grupo se reuniu na segunda-feira seguinte em duas sessões de gravação ao vivo para registro em estúdio.

"Nem 1 ai" é o resultado dessas sessões. Além das músicas que haviam sido tocadas no concerto, foram incluídas nas sessões de estúdio, "Saudades dos aviões da Panair", " Joana Francesa" - ambas com arranjos de base trazidos por André Mehmari - e a canção venezuelana de Simón Diaz, "Tonada del Cabrestero".

Este rico e rápido encontro produziu a música aqui contida. O repertório gravado em "Nem 1 ai" jamais foi reproduzido após as gravações.
Mais do que tudo, a afinidade entre todos, o profundo senso de liberdade musical e ainda o conceito de construção/desconstrução estão presentes a cada compasso executado.

Rodolfo Stroeter
março 2008

 

1. BATE CANELA Domínio Público
2. KAÔ Rodolfo Stroeter / Gilberto Gil
3.  ESCONJUROS Guinga / Aldir Blanc
4. DERRADEIRA PRIMAVERA Tom Jobim / Vinicius de Moraes
5. LENDA DO ABAETÉ Dorival Caymmi  
6.TONADA DEL CABRESTERO Simón Diaz
7. CAIR DA TARDE Villa-Lobos - Dora Vasconcellos
8. MINHA PALHOÇA J. Cascata
9. SAUDADES DOS AVIÕES DA PANAIR - CONVERSANDO NUM BAR Milton Nascimento / Fernando Brant
10. JOANA FRANCESA Chico Buarque
11. MORA NA FILOSOFIA Monsueto Menezes / Arnaldo Passos

Ficha técnica

Idealizado por Mônica Salmaso e Rodolfo Stroeter
Produzido por Rodolfo Stroeter
Gravado dias 8 e 9 de Abril de 2000
Estúdio Mosh por: Alberto Ranellucci
Mixado dias 13, 15, 21 e 23 de Março de 2001
Masterizado dias 13 e 14 de Agosto de 2001
Back Studio por: Alberto Ranellucci / Mônica Salmaso / Rodolfo Stroeter
Arranjo de base:
André Mehmari (em Derradeira Primavera ; Cair da Tarde ; Saudade dos Aviões da Panair ; Joana Francesa e Mora na Filosofia)
Toninho Ferragutti (em Esconjuros)
Fotos e Design gráfico: Marcílio Godoi
Edição de imagens e Montagem: Memo Editorial

Biscoito Fino
Assistente de produção: Isabel

Direção geral: Kati Almeida Braga
Direção artística: Olivia Hime
Coordenação de produção: Joana Hime

 

BRASIL  -  Gravadora Biscoito Fino / Pau Brasil

volta discografia